Organização faz balanço positivo da 2ª edição do Ibitipoca Trip Trail, e já pensa em 2016

O Ibitipoca Trip Trail (IBTT) foi realizado nos dias 29 e 30 de agosto de 2015, em Conceição do Ibitipoca, distrito de Lima Duarte, localizado na Zona da Mata Mineira, proporcionando lazer por meio da prática esportiva, com reflexos no desenvolvimento sócio econômico da Região através do Turismo Esportivo.


Em sua segunda edição o IBTT contou com a participação de mais 800 atletas, entre corredores e ciclistas de Mountain Bike, de três regiões do país: Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.


As provas de Mountain Bike, carro chefe do evento, foram divididas em três rotas e distribuídas em dois dias de competição, onde ciclistas se aventuraram por trilhas e estradas, percorrendo aproximadamente 100 km no total. Os amantes da corrida também tiveram sua vez, com a realização inédita de uma prova noturna, a IBTT Night Run - Rota da Vila, onde aproximadamente 300 atletas percorreram 7 km pela charmosa Vila de Ibitipoca.


Para realização do evento, a organização contabilizou mais de seis meses de planejamento e empenho, além da intensa participação da própria comunidade e de empresas terceirizadas da Região. O Ibitipoca Trip Trail teve ainda a supervisão da Federação Mineira de Ciclismo (FMC) e o incentivo do Juiz de Fora Região Convention & Visitors Bureau (JFRC&VB), bem como o apoio do Instituto Estadual de Florestas (IEF). Quanto ao staff, aproximadamente 100 pessoas estiveram envolvidas em diversas atividades, como fotógrafos, imprensa, equipes de montagem, guias locais, estrutura, cronometragem e entrega de kits, entre outros. Houve também grande participação de voluntários da própria comunidade, além de funcionários e alunos do 6º ao 9º ano da Escola Municipal Mariano Rodrigues, que contribuíram com muita dedicação e competência no IBTT 2015. Segundo Eduardo Surerus, da Ibitipoca Trilhas e Aventuras, essa interação do evento com a comunidade e empresas locais só vem a acrescentar no desenvolvimento de Conceição como sede de eventos.


Com esses números expressivos, o setor turístico foi positivamente afetado, com destaque para o setor hoteleiro que teve uma alta taxa de ocupação no final de semana. A organização do evento, por meio de uma empresa especializada (urbandata pesquisas & marketing), fez um levantamento do impacto do evento na econômica local e, conforme as informações obtidas junto aos atletas, público em geral, estabelecimentos comerciais e pousadas, estima-se que mais de 4.000 pessoas passaram pela Vila entre os dias 28 e 30 de Agosto. Levando em consideração que o turista de eventos tem um gasto médio de R$180,00/dia, (dados do Ministério do Turismo e SEBRAE e informações colidas pela organização através de uma empresa especializada), acredita- se que a realização do evento tenha gerado um impacto na ordem de R$ 1.000.000,00 (hum milhão de reais) na economia de Conceição do Ibitipoca. De acordo com Carlos Roberto Zanini, Turismólogo e um dos organizadores do evento, o turismo esportivo além do seu legado sócio econômico, promove a Região de forma positiva, fidelizando e conquistando novos mercados.


Para a organização, o saldo do evento foi positivo e dentro do planejado. Também foi realizada uma pesquisa de opinião e satisfação junto aos participantes, onde foi possível identificar que o evento agradou a grande maioria e atendeu as expectativas dos atletas, sendo necessário realizar apenas pequenos ajustes em alguns pontos, visando a melhoria do evento para as edições futuras."Ao planejar um evento é necessário estar atento as exigências e tendências do mercado, com as informações certas e os recursos adequados podemos realizar um evento sustentável em todas as esferas.” conclui Carlos.


Destaque
Posts Recentes